Boipeba: piscinas naturais de Moreré

Prepare-se para conhecer mais um paraíso baiano: a vila de Moreré, em Boipeba.

Como chegar até Moreré

 

 

Moreré é uma pequena vila na ilha de Boipeba. Há algumas maneiras de chegar até lá:

  • Trator: o “ponto” dos tratores fica a mais ou menos 15min de caminhada do ancoradouro de Velha Boipeba. A passagem do trator custa R$ 10 por pessoa e a viagem demora uns 30min. O trator sai do ponto quando completa no mínimo 10 passageiros, então não tem hora marcada . Usamos essa opção e foi bem tranquilo.DICA: não deixe pra voltar tarde de Moreré. Depois de umas 17h quase não há pessoas e é preciso esperar muito pra completar 10 passageiros no trator.

img_8583

 

  • A pé: se você está hospedado em Velha Boipeba, vale tirar um dia para fazer uma caminhada até Moreré. Fizemos esse trajeto em um dos dias e andamos uns 6km na beira da praia, foi muuuito agradável. Em outro post vamos contar como foi.
  • Barco: do ancoradouro de Velha Boipeba é possível fretar um barco para te levar até a vila. A viagem dura mais ou menos meia hora, e achamos nesse site o valor de R$ 80.
  • Via Torrinha: “Torrinha” é uma vilazinha no continente, próxima de Cairu. Dali é possível fretar um barco direto para Moreré, mas não sabemos o preço.
  • Saindo de Morro de SP: ficamos sabendo que os barcos de passeio são proibidos de levar turistas direto para Boipeba, por isso cobram um absurdo por essa viagem (tipo R$ 800). Mas há passeios que saem de Morro e passam por várias praias, incluindo Moreré. É uma opção caso você esteja hospedado em Morro.

 

 


Como chegar até as piscinas naturais de Moreré

O trator que sai de Velha Boipeba te deixa no povoado a poucos metros da praia.

img_8666-2

Assim que chegar na praia, pegue uma pequena trilha até o ponto de onde saem os barcos para as piscinas. São uns 10min de caminhada.

img_8654

Para chegar até as piscinas, há duas opções:

  • Alugar um barco para duas pessoas, o que dá em torno de R$ 100;
  • Encontrar outras pessoas pra dividirem com você, que fica R$ 20 por pessoa. Em um dos dias, encontramos um casal na praia que estava indo pra lá também e dividimos o barco. No outro dia, conhecemos algumas pessoas que foram no mesmo trator que a gente e dividimos com elas. Compensa muito, então pergunte na praia ou espere ou pouquinho pra ver se aparece alguém pra ir.

Fomos com o barco do “Paulo de Moreré” e ele foi super simpático, nos esperou durante todo o tempo que ficamos lá (alguns barcos te deixam e voltam pra buscar na hora marcada).

img_8591

img_8593-2


As piscinas naturais

Água quente, transparente e muitos peixes… não tem outra palavra pra descrever além de PARAÍSO!

gopr0514

 

No primeiro dia, o céu estava maravilhoso. Chegamos em torno de 11h e fomos embora umas 15h.

img_8617-2

img_8612-2

No segundo dia, estava armando chuva e a maré não estava tão baixa. Ficamos menos por lá.

gopr0493

gopr0520

Ah! Foi nesse paraíso que descobrimos a capirinha de pitanga que falamos aqui. Que coisa maravilhosa <3

img_8630-2


A vila de Moreré

Sabe aquela cidadezinha do interior que parece não ter relógio e as pessoas ficam sentadas na calçada conversando? É exatamente assim!

img_8596-2

Uma tranquilidade só, ruas de terra, poucas opções de pousada e campings, alguns restaurantes e mercadinhos. Depois de umas 13h, 14h, a maioria dos restaurantes já está fechada. Em um dos dias nossa salvação foi um mercadinho, porque nenhum lugar estava servindo comida mais.

A praia principal também é ótima pra banho, apesar de ficar cheia de barcos. A água é calma e quentinha.

img_8862

 

Além das piscinas naturais, há uma praia chamada Bainema. Veja como chegar e fotos aqui.


Restaurante Paraíso

Comemos no restaurante Paraíso, que fica bem em frente ao lugar de onde saem os barcos para as piscinas naturais. O lugar é lindo: as mesas ficam sob as sombras de coqueiros na grama mesmo. Lá não aceita cartão.

img_8650
vista do restaurante em frente a praia

Comemos peixe assado com purê:

img_8655-2

O casal que estava com a gente pediu uma mariscada:

img_8656-2

Dica: há muuuitas moscas em qualquer lugar que tenha comida (em Morro de SP também). O pessoal costuma colocar uma mistura de pó de café com óleo pra fazer fumaça e espantá-las, mas não adianta muito. Incomoda, mas nos conformamos =/


Nós fomos 3 dias para Moreré. Da próxima vez, queremos ficar hospedados lá mesmo. Apesar de Velha Boipeba ter mais opções, as praias de Moreré são muito mais gostosas!

 

Veja também