10 May, 2017

Serra do Caparaó: pousadas, atrações e restaurantes em Alto Caparaó

O Pico da Bandeira, o terceiro mais alto do Brasil, fica no Parque Nacional do Caparaó, na cidade de Alto Caparó/MG.

Nós já visitamos a Serra do Caparaó duas vezes, uma de moto e uma de carro, e separamos várias dicas de como chegar, qual pousada ficar, quais restaurantes visitar e em quais atrações ir.

Parque do Caparao

Como chegar na Serra do Caparaó

Saindo de Belo Horizonte, pegue a BR-381 sentido Vitória. Depois de João Monlevade, pegue a BR-262 sentido Manhuaçu. Siga para Manhumirim e Alto Jequitibá. Em Alto Jequitibá, siga para Alto Caparaó. A estrada é toda asfaltada.

Parque Nacional do Caparaó

Há também a opção de ir por Ouro Preto. Chegando na cidade de Rio Casca, o trajeto passa a ser o mesmo, por Manhuaçu. Nós voltamos por esse caminho e o movimento estava bem menor do que na BR-381, além das paisagens serem muito mais bonitas.

Nas duas vezes em que fomos estava um friozinho gostoso (leia no final do post o relato do friozinho gostoso de moto) e o caminho entre Manhumirim e Alto Caparaó tem paisagens maravilhosas.

Parque Nacional do Caparaó

Montanhas cobertas de café e estradinhas no meio de vales e serras. A cidade também é bem bonitinha, pequena e com a maior quantidade de igrejas que já vimos!

Funcionamento do Parque Nacional do Caparaó

O parque tem duas portarias: uma em Alto Caparaó/MG e uma no Espírito Santo. Quando fomos, em abril de 2017, não estava sendo cobrada a entrada no parque e nem taxa de camping.

Parque Nacional do Caparaó

Lembrando que não é permitido entrar de moto no parque. Também é proibida a circulação de motos de trilha pela cidade. Uma solução pra quem vai de moto é fazer um passeio de jipe para entrar no parque. Continue lendo pra ver como foi o passeio!

Pico da Bandeira

Se você planeja subir o Pico da Bandeira, essa é uma viagem de pelo menos 4 dias. É legal chegar em um dia, descansar, conhecer a cidade, pra no dia seguinte se preparar para a subida.

Veja tudo que você precisa saber para subir o Pico da Bandeira

Passeio de 4×4 no Parque do Caparaó

Quando fomos da primeira vez, em 2013, esperamos até o penúltimo dia da viagem pra ver se o tempo iria abrir pra irmos no Parque e passear pelo menos nos mirantes. Não fez nenhum sol que se diga “nossa como o dia estava lindo pra uma praia“, mas foi o máximo de “calor” que fez pra conseguirmos sair da pousada.

Parque Nacional do Caparaó

Nenhum de nós estava com condicionamento pra subida de 7km até o Pico da Bandeira. Ao invés disso, fizemos um outro passeio gostoso: subimos de jipe até a Tronqueira, que é onde fica a primeira base de acampamento.

Parque Nacional do Caparaó

Pagamos R$ 80 por um passeio de 4h de jipe + a entrada do parque. O motorista nos leva até os principais pontos, explica como chegar e espera a gente voltar. Dá pra dividir em até 5 pessoas.

Parque Nacional do Caparaó

Adriano achou emocionante demais andar de jipe nas estradinhas perto das ribanceiras, mas nosso guia parecia bem sensato e não achei que fossemos morrer (não muito).

No passeio, visitamos as 3 cachoeiras que tem do lado de Minas Gerais no Parque (as outras são acessíveis pela portaria do Parque no Espírito Santo). Todas tem trilhas pequenas e bem tranquilas:

Cachoeira do Vale Encantado

Cachoeira do Vale Encantado

Cachoeira Bonita

Cachoeira Bonita

Cachoeira Vale Verde

Cachoeira Bonita

Parque Cachoeira das Andorinhas

Parque Cachoeira das Andorinhas

O Parque Cachoeira das Andorinhas fica a 8 km de Alto Caparaó, por uma estrada de chão boa, e o ingresso custou R$ 8 por pessoa em 2013.

Parque Cachoeira das Andorinhas

O parque tem várias trilhas, são lugares bem bonitos, mas muito urbanizados. Trilhas com passeios, correntes, lugares bem perto das cachoeiras com piso de cimento… acaba um pouco com a magia da natureza.

Parque Cachoeira das Andorinhas

Pausa para o desabafo: depois do parque, resolvemos seguir uma estradinha de terra muito bonita pra chegar em uma cachoeira que indicaram pra gente, mas não chegamos em lugar nenhum. Como eu não estava acostumada a essa vida de estrada de chão e viajar “no tempo” (com poeira, frio, chuva, calor, sol, moto sacudindo), a estradinha começou a ficar horrível no meio do caminho e o mau humor já atacou. Eu só queria ficar limpa e comer alguma coisa quente. Superado isso, hibernamos novamente na pousada até o dia seguinte, sem janta mesmo (ainda mato o Adriano de fome nessas viagens!).

Parque Cachoeira das Andorinhas

Restaurantes em Alto Caparaó

Pizzaria Estorino’s: fomos lá da outra vez também e adoramos a pizza. Massa fininha e recheios diferentes, bem gostosos, com preços normais (em torno de R$ 40 uma pizza grande). O dono é bem simpático, vale a pena.

Mineiro: self service de comida mineira no fofão a lenha. O preço é R$ 15 por pessoa à vontade e a comida é bem gostosa.

Parque Nacional do Caparaó

Estância Gourmet: é o restaurante mais chique que vimos por lá. O preço é mais caro: R$ 58 o buffet livre por pessoa. Há pratos à lá carte também na faixa de R$ 100 para duas pessoas. O self service não tem muita coisa diferente, mas os pratos à lá carte parecem bem gostosos. Nós nos presenteamos com um almoço nele no dia em que voltamos na subida ao Pico :P

Mc Dhiu Lanches: hambúrguer normal, desses “de bairro”, mas bem gostoso e com atendimento ótimo. Em torno de R$ 15 por pessoa.

Restaurante Serrano: Mesmo esquema do Mineiro, self service a vontade no almoço por R$ 15. Comida mineira no fogão a lenha.

Cantinho Bistrô: não chegamos a ir porque nenhum dia funcionou no horário do almoço. O dono da pizzaria que indicamos acima disse ser muito bom, ficamos curiosos! Se você for nos conte o que achou!

OBS: o nível de fome é tão alto que raramente tiramos foto das comidas. :(

Pousadas em Alto Caparaó

Aqui tem dias de duas pousadas em que já ficamos:

Pousada Chalé Pico da Bandeira

Ficamos nessa pousada quando fomos em 2017 e pagamos R$ 590 para 3 diárias durante o feriado. São chalezinhos de madeira super fofos, com uma sala e banheiro no andar de baixo e o quarto no andar de cima.

Parque Nacional do Caparaó

É bem aconchegante, porém precisa melhorar alguns detalhes, principalmente em relação a conservação da madeira do chalé (atacada pelos cupins) e o banheiro, que é super pequeno. Há uma área com novos apartamentos e uma piscina bem bonita.

Parque Nacional do Caparaó

O café da manhã tem pães, bolos, frios e frutas, mas sentimos falta de opções mais caseiras.

Pousada Serra do Caparaó

Em 2013 ficamos na Pousada Serra do Caparaó. Em 2017 passamos por ela e está com uma estrutura bem melhor do que quando fomos. Chegamos a olhar o preço também, e as 3 diárias para o feriado estavam R$ 600.

Parque Nacional do Caparaó

A pousada fica pertíssimo da portaria do parque (dá pra ir a pé). Gostamos bastante do quarto e do café da manhã, e o chuveiro era a melhor parte por ser quentíssimo. Se não fosse assim tinha passado 3 dias sem tomar banho! hahaha

Relato: indo para a Serra do Caparaó de moto

Quando fomos a primeira vez pro Caparaó, foi a primeira viagem maior de moto que fizemos juntos e eu não estava nada preparada. Acreditamos na previsão do tempo, que disse que iria esquentar, e não levamos praticamente nenhuma roupa de frio (mesmo porque só tínhamos um baú traseiro e não cabia muita coisa).

Parque Nacional do Caparaó

Quando chegamos em Alto Caparaó, pegamos um chuvisco fino, gelado, com vento. Sabe aquela chuvinha interminável, que cai o dia inteiro? Foi exatamente essa. Chegamos 12h na cidade, com as roupas úmidas, tênis molhado e congelando de frio.

Quando chegamos na pousada e vimos o termômetro marcando 12º, tomamos um banho fervendo e ficamos embaixo de 5 cobertas até a hora que deu fome.

Vesti todas as minhas roupas e saímos (no chuvisco interminável) pra ir no supermercado e jantar. Nessa viagem, ainda não tinha um capacete decente nem uma jaqueta, que fazem TODA a diferença nessas horas.

No dia seguinte, lutamos com todas nossas forças e saímos umas 10h, quando começou a esquentar, pra comprar roupas de frio. Precisei comprar uma meia de lã até o joelho e uma touca pra sobreviver fora da pousada.

Resumindo: de moto, vá sempre preparado pra pior temperatura hahaha

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário