Caraça

O que fazer em um dia no Santuário do Caraça

Estávamos em Nova União (60km de Belo Horizonte), e resolvemos passar o dia no Caraça, que fica a uma hora de distância. Todas as cidades do caminho estão na rota da Estrada Real, então é uma boa pra quem quer conhecer algumas em um dia só (Caeté, Barão de Cocais, Santa Bárbara, Catas Altas). Meu irmão foi de moto com a gente também:

Roteiro: Belo Horizonte > Santuário do Caraça
Distância total (ida e volta): 240km
Data: 11/02/2013

Passeio de moto no Caraça
Passeio de moto no Caraça

 

 

Como chegar

Saindo de Belo Horizonte, siga pela BR 381 sentido Barão de Cocais. Entre no trevo para a cidade. Você vai passar por Barão de Cocais e seguir em direção à Santa Bárbara, mas não vai entrar na cidade. Tem placas sinalizando a direção do Caraça e a estrada é asfaltada até lá. A entrada para o santuário custa R$ 10 por pessoa.

Vista do Santuário antes de chegar
Vista do Santuário antes de chegar

As construções

Aproveitamos pra conhecer as construções do Santuário até a hora do almoço:

Igreja neo-gótica de Nossa Senhora Mãe dos Homens
Igreja neo-gótica de Nossa Senhora Mãe dos Homens
Parte da construção que foi destruída em um incêndio
Parte da construção que “sobreviveu” a um incêndio
Catacumbas
Catacumbas

O Almoço

Chegamos umas 10h e já marcamos o almoço. Funciona assim: se você quiser almoçar no restaurante dentro do Santuário  (que é o único, além de uma lanchonete), precisa comprar uma ficha algumas horas antes. Pagamos R$ 15,00 por pessoa no almoço em 2013, mas no site o preço está R$ 20. O self-service é sem balança, com comida mineira bem simples, servido no fogão à lenha. Também tem direito a sobremesa com doce de leite, figo em calda, pudim… hummm!

Almoço no refeitório do Caraça
Almoço no refeitório do Caraça

As trilhas

O parque tem muitas trilhas que levam às cachoeiras e piscinas naturais. O Banho do Imperador é uma das atrações mais famosas de lá, e como fica pertinho do centro, está sempre cheio. Preferimos andar um pouco mais por uma trilha de 2km até a Cascatinha:

Cascatinha (trilha de 2km)
Cascatinha (trilha de 2km)

No caminho, paramos na Prainha:

Prainha (trilha de 1km)
Prainha (trilha de 1km)

O dia estava extremamente quente, e as águas de lá são conhecidas por serem extremamente congelantes! Morri de insolação mas só molhei os pés (mentira, não morri =P). Os meninos corajosos entraram na água:

Massagem natural =P
Massagem natural =P
Água cor de chá mate segundo o Adriano
Água cor de chá mate segundo o Adriano

Pra entrar na água do Caraça, não pode ter frescura. Tem que pular na água e aguentar o choque térmico instantâneo! Mas depois de algum tempo você se acostuma e daí é só alegria. =P — Adriano.

No Santuário tem a “Pousada do Caraça“. A diária custa R$ 272 com pensão completa (café da manhã, almoço e jantar), e a noite tem um passeio para “ver o lobo guará”. Nunca ficamos, mas temos muita vontade! Se alguém for, não deixe de nos chamar ;D

Dicas:
-Como o lugar fica muito cheio em feriados, é legal fugir dessas datas. Andar até as cachoeiras e piscinas mais distantes também garante um lugar menos movimentado pra quem gosta.
-Alguns lugares no centro histórico são bem calmos, como a Biblioteca e os jardins, bom pra relaxar e fugir do calor.

rosi

Adora viajar, fotografar e escrever. Nos últimos anos aprendeu a gostar de mato, sol e desapegar de malas gigantes. Dramática, mas não tão fresca quanto parece =P