Ilha do Mel, no Paraná: como chegar e o que fazer

A Ilha do Mel é um paraíso escondido no litoral do Paraná. Achamos o lugar por acaso, decidimos ir e acabou sendo uma de nossas viagens preferidas. Vem ver como chegar, onde ficar e o que fazer por lá.

Como chegar

A chegada pra quem vai de avião tem algumas etapas, mas não é nada difícil. Tem empresas que fazem pacotes do aeroporto até a ilha, mas preferimos ir por conta própria. Todos os preços são de 2013.

  • Saindo de Belo Horizonte, fomos de avião até Curitiba/PR.
  • No aeroporto, pegamos uma linha de ônibus tipo o “conexão aeroporto” e fomos até a rodoviária. A passagem custa R$ 10.
  • Na rodoviária, pegamos um ônibus para Pontal do Sul, a cidade mais próxima da ilha. A passagem Foi R$ 16. Foram mais ou menos 2h de viagem. O ônibus te deixa em frente ao porto onde pegam-se os barcos.
  • O porto de Pontal do Sul é bem pequeno. Os barcos tem horários fixos para sair e você pode consultar aqui. Pagamos R$ 27 cada, já inclusos ida e volta da ilha. O trajeto dura meia hora.
  • Há uma outra opção de chegar na ilha pegando o barco em Paranaguá. Porém, o trajeto de barco dura mais ou menos 2h e a passagem é mais cara.

Uma pausa pro drama: eu passo mal MUITO fácil em ônibus, barco e alguns outros transportes. Nesse dia, após avião, 2 ônibus e barco em um mar revolto, não deu outra. Enquanto Adriano fotografava feliz e curtia a viagem no barquinho sacolejante, coloquei a cabeça “pra fora” e passei a vergonha de passar mal em frente a todo mundo. Fica a dica pra você que não se dá bem com barcos: esteja preparado pra um dia de mar muito ruim nessa travessia!

IMG_0976

IMG_0993

IMG_0975

 

Como se localizar na ilha

A ilha tem 3 trapiches (tipo um píer de onde saem os barcos). Ficamos no trapiche de Encantadas, que é o mais perto da costa. O trapiche de Brasília é mais próximo das pousadas do lado leste da ilha. Clique nos marcadores abaixo para ver onde fomos:

 

Todo o transporte dentro da ilha é feito a pé. Se sua pousada fica mais longe dos trapiches, há carregadores que você pode contratar para levar as malas.  No lado em que ficamos, na Vila das Encantadas, há alguns restaurantes, mercearia e muitas pousadas. Parece ser o lado mais movimentado também. Aqui tem um mapa ilustrado bem útil:


Praias e atrações

Praia de Encantadas

Foi a praia em que desembarcamos e onde ficava nossa pousada. É calma e não tem ondas.

Praia Mar de Fora

Atravessamos a ilha por uma trilha de mais ou menos uns 500m e chegamos na praia Mar de Fora. Estava chovendo então nem entramos, mas o mar é bem forte.

IMG_1009

Ilha-do-Mel-161

Gruta de Encantadas

Ao lado da praia de Mar de Fora. É uma pequena gruta e o caminho até lá é bem bonito.

IMG_1018

IMG_1052

Praia do Miguel

Chegando na praia de Mar de Fora, você sobe o Morro do Sabão e tem uma vista maravilhosa dessa praia! O mar tem ondas um pouco fortes mas dá pra entrar.

IMG_1194

Praia Grande

Ondas fortes e ideal pro surf.

Ilha-do-Mel-279

Praia do Farol

Como já estavámos mortos, nem entramos nessa, mas achamos maravilhosa! Tem várias pousadas próximas a ela.

IMG_1220

O Farol

Para chegar no farol há uma escadaria enorme, mas a vista compensa demais (a foto acima foi tirada de lá).

Ilha-do-Mel-278

Ilha-do-Mel-309

Caminhada ao redor da Ilha

Dá pra conhecer todas as praias da Ilha em um só dia. Caminhamos 6km! Saímos da praia de Encantadas, passamos pelo Morro do Sabão,  praia do Miguel, praia Grande, Praia do Farol e visitamos o Farol das Conchas. Vale muuuito a pena fazer esse trecho, você nem vê a distância (só no final quando está morrendo haha)!

Para voltar, como a gente não conseguia mais andar, pegamos um barco no trapiche de Brasília até Encantadas (o que daria mais 5km caminhando). A passagem foi uns R$ 5. Lembrando que todos esses barcos tem hora marcada e passam tipo ônibus. É bom ficar atento pois após umas 17h não tem mais!

Ilha-do-Mel-482

Ilha-do-Mel-475

Pousada Brasil Tropical

Ficamos na pousada Brasil Tropical, que é bem perto do trapiche de Encantadas. O quarto é pequeno mas tem ar condicionado e foi suficiente para passar os 4 dias que ficamos. O café da manhã é uma delícia, com pães e bolos caseiros, e o dono muito solítico. Pagamos R$ 100 a diária com café. Esse é o caminho da pousada até chegar na praia:

IMG_1173

 

Os dias foram curtos pra conhecer tanta coisa. Amamos o clima calmo da ilha, a tranquilidade, e queremos muitooo voltar no verão pra curtir mais as praias.

Voltamos para Curitiba com o trem da Serra do Mar Paranaense, um passeio maravilhoso! Veja aqui como foi a viagem e faça esse roteiro também

Dicas

  • Não pega celular (ou não pegava) na ilha quando fomos, em 2013.
  • Só tem uma mercearia na ilha, não vi farmácia e muito menos caixa eletrônico de banco :P
  • Os barcos não funcionam 24h e, se precisar sair ou chegar na ilha a noite, há “barcos táxi”.